15 anos participando de grandes sagas

04/02/15 - por Gabriel Rocha

A trajetória do Lagarto Negro nas histórias em quadrinhos nacionais é marcada pela sua participação em grandes sagas que trazem a reunião dos diversos super-heróis brasileiros. A camaradagem e a cooperação são conquistas da interação nascida das atividades pertinentes ao ambiente próprio dos fanzines e fermentada pelo convívio, através do meio virtual, entre muitos dos autores do gênero.

A primeira grande saga com uma grande reunião de super-heróis nacionais foi HERÓIS NA BERLINDA, de autoria de Sergio JR. A HQ foi publicada no fanzine Mix Herói em duas partes. Começando no número 02, em maio do ano 2000, e concluindo no fanzine Mix Herói nº 03. "Na minha opinião, consegui mostrar a fragilidade humana dos heróis com seus ideais contra algo além de seus poderes" - afirma o autor da saga pioneira.

Ainda no ano 2000 o Lagarto Negro participou também da saga CAMPO DE BATALHA. Escrito por Francinildo Sena e desenhado por Marcelo Salaza, a minissérie em 4 partes ganhou em tempos recentes uma edição de formato digital nas páginas da revista Mundo HQB, nos números 09 ao 12. A vanguarda pertence a estas duas sagas, nascidas em fanzines, antecedendo ao lançamento de A ÚLTIMA MISSÃO, publicado pela editora Opera Graphica na revista Coleção Opera Brasil nº 01 apenas em novembro de 2001. Esta ultima, sem o Lagarto Negro, é claro. Mesmo porque a premissa de A Última Missão é homenagear personagens clássicos, dos anos 60. Watson Portela retorna mais tarde aos heróis nacionais clássicos em O Ultimo Vôo Livre, um belíssimo fanzine, também sem o Lagarto Negro, mas que não pode deixar de ser citado.

Também iniciado em 2001, o PROJETO EPOPÉIA nunca chegou a ser concluído. Idealizado como uma mini-série em 6 partes envolvendo 46 personagens independentes, prometia a morte de uma das personagens mais carismáticas do meio independente, a Velta, criação de Emir Ribeiro. A ultima movimentação deste projeto, de que tive notícia, ocorreu em 2008.

A edição de número 13 do fanzine do Crânio nos traz a aventura LEGIONÁRIOS DA PÁTRIA, com a participação de Lagarto Negro ao lado do Crânio, Cachorro de Rua, Cara de Gato e o trio de heróis do Projeto Power. Este encontro de heróis ocorre em edição única, publicada originalmente em outubro de 2007, e conta com roteiro de Francinildo Sena e arte de Tarcilio Dias. Ainda no mesmo ano, a revista Cometa nº 07 apresenta o encontro entre Cometa, Crânio, e Lagarto Negro. O roteiro é de Nando Alves e a arte de Samicler Gonçalves.

Em 2008 a dupla Leonardo Melo e Fábio Ochôa lançou a história chamada CRISE NOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS. Trata-se de um fan fiction de 135 páginas produzido a revelia e o Lagarto Negro acabou incluído no balaio com duas tímidas aparições. O material foi produzido em forma de conto, sem a esperança de uma versão em quadrinhos - segundo os autores. Também em 2008, o amigo Lucasi lança a série EDIÇÃO EXTRA - CONVIDADOS, uma homenagem divertida conduzida pelo autor que reúne Lagarto Negro, Crazy Mary, Anjo Urbano, Me Morte, Garota Trovão, Caveira e Penitente em uma série de 3 capítulos lançados em formato digital.

Chegamos a 2010 com o lançamento da revista Escorpião de Prata número 01, que nos traz a aventura "SOMOS TODOS IGUAIS". A aventura reúne a heroína Penitência, criação de Marcos Franco, o próprio Escorpião de Prata e o Lagarto Negro no roteiro do Eloyr Pacheco e arte de Carlos Nascimento e Carlus Alexandre.

Após 10 anos de Heróis na Berlinda, Sergio JR inicia uma série chamada FÁBRICA DE MONSTROS. Ainda em atividade após 5 anos de produção, a publicação virtual reúne 140 heróis nacionais de 90 autores independentes diferentes ao longo das 20 edições produzidas até o momento. Outra grande saga em andamento, desde 2013, é MUNDOS COLIDEM. Aqui, vários heróis reúnem forças para combater os vilões que escaparam de uma prisão do futuro distante para o nosso presente. O Lagarto Negro estréia na edição virtual número 07, com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2015. Mundos Colidem conta com grande equipe criativa, arte de Suád, roteiro de Yagami Gijo e outros.

No final de 2014 o Lagarto Negro esteve presente, ao lado de outros 20 personagens, no projeto ÁLBUM DQB - HERÓIS BRASILEIROS: A ORDEM!. Tratou-se de uma tentativa de busca por financiamento coletivo, que recebeu 196 apoios, mas não chegou a atingir o valor pretendido. Atualmente o projeto passa por uma reformulação.

Em GUERRA CÓSMICA DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS, arte de Marcos Gratão e roteiro de Lancelott Martins, ocorre um encontro de diversos super-heróis, criados por vários autores independentes nacionais, unindo forças contra uma ameaça de proporções cósmicas. O Lagarto Negro aparece na edição número 03, inédita até o momento e prevista para início de 2015.

Além das grandes sagas, o Lagarto Negro também se encontra com outros heróis em aventuras independentes, incluindo Velta, Redentor, Penitente e outros. Mas isso é assunto para outra matéria! Bom, encerramos por aqui, esperando não ter esquecido de nada, e lembrando que o objetivo da matéria não é listar todas as grandes sagas de heróis nacionais, mas apenas lembrar daquelas em que o Lagarto Negro participa!